Pastagens amigas do ambiente em Portugal

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foi mesmo agora que RTP1 passou uma reportagem no telejornal sobre uma inovação nacional a nível da pecuária.

 

Trata-se de pastagens amigas do ambiente, com alta produção, que ajudam à redução das emissões de carbono e à redução do uso de rações na alimentação do gado.

 

Segundo a empresa Terraprima, responsável por este conceito nestas pastagens é semeado um conjunto de sementes variadas. Esta variedade permite maior resistencia das colheitas e incluem também leguminosas, que enriquecem o solo em azoto e diminuem assim a necessiade de fertilizantes. A partagem renova-se automáticamente durante vários anos sem que seja necessário voltar a semear. Nisto poupam-se recursos e energia. 

A matéria orgânica das plantas mortas mantém-se no solo fixando-se assim o carbono que de outra forma iria parar à atmosfera como dióxido de carbono. Por isso estas pastagens ajudam a reduzir a pegada de carbono portuguesa e a cumprir o acordo de Quioto.

 

Conheçam mais sobre esta assunto no site da Terraprima, aqui. Passem a palavra, quantos mais produtores de gado adoptarem este sistema melhor será para todos nós.

publicado por oxarim às 13:45 | comentar | favorito