17
Set 11

Vale A Vida é Bela para oferecer.

Tenho um vale A Vida é Bela para dar. Recebi-o da yves-rochet como premio, mas infelizmente nao vou ter tempo para o usar. O prazo acaba em setembro. Se quiserem eu envio por correio. Da direito a varias actividades nas pousadas de portugal: prova de vinhos, ida às piscinas, sobremesa, etc. Seria uma pena disperdiçar por isso quem quiser é so dizer nos comentarios.
publicado por oxarim às 11:24 | comentar | favorito
01
Set 11

Insecticida caseiro e natural

Hoje deixo aqui uma receita bem valiosa para quem trata de plantas.

Já ha algum tempo que travo uma luta com uma praga de mosca branca que resolveu atacar as minhas plantas.

Passei mais de um mês a usar uns venenos toxicos que me recomendaram. E as moscas nunca sumiram totalmente. Agora com esta receita caseira não ha mais praga ao fim de aplicar 2 dias seguidos nas plantas.

 

 Aqui vai: 1 litro agua 12 gotas de alcool 3 colheres sopa de detergente da louça

Mexer levemente ser criar muita espuma e colocar num borrifador. Borrifar bastante as plantas sem esquecer a parte de baixo das folhas onde ficam os ovos. Imagino que dê para a maior parte das pragas, nao custa nada tentar.

Também já me disseram que o alcool nem faz falta, que é o detergente que faz tudo. Talvez seja mas isso nem cheguei a experimentar.

publicado por oxarim às 00:41 | comentar | favorito
26
Ago 11

Voluntariado

 

Ser voluntário é fazer algo de livre vontade, sem que nada nos obrigue a o fazer.

Até há pouco tempo via os voluntários como um pouco crentes. Pessoas de boa vontade que ajudavam os outros muitas vezes por uma necessidade própria de realização pessoal. Mas o que realmente me incomodava era o facto de o estado se aproveitar dessas pessoas para fugir a questões que me pareciam da sua responsabilidade. Há serviços básicos de segurança que não deveriam depender quase exclusivamente de voluntários como por exemplo os bombeiros. Enquanto houver quem faça o trabalho de borla o estado não se vai mexer para contratar pessoas. E sem querer alguns voluntários podem contribuir para o desemprego de outros, a quem mais tarde querem ajudar...

 

Mas aos poucos convenci-me que não tem que ser mesmo assim. A base de uma boa convivencia é dar a outros o que eu gostaria de receber. É melhor receber apoio de alguém que o faz por gosto do que de alguém que foi contratado para o fazer. Seria agradável se todos dedicassem uma hora da sua semana a dar o seu tempo, os seus ouvidos, o seu trabalho sem querer nada em troca. Não tenho necessariamente de ajudar num lar ou empresa onde alguém esfrega as mãos e lucra enquanto eu trabalho ou enquanto a segurança social aproveita e poupa mais um funcionário. Há várias formas em que podemos ajudar alguém por conta própria. Da mesma forma que gostariamos de receber um dia.  Aqui ficam umas dicas:

  • Visitar aquele parente ou conhecido que está sozinho e ouvir as suas histórias até não poder mais
  • Ensinar alguém ou dar explicações a um estudante sem cobrar por isso.
  • Apanhar lixo do chão, só porque sim.
  • Pagar uma refeição a quem nos pede dinheiro na rua
  • Plantar árvores em terrenos baldios ou abandonados.
  • Cuidar de animais abandonados, não é aquele resto de comida que nos faz falta.
  • Tomar conta do filho de alguém só para lhe dar tempo livre.

Qualquer outra ideia é bem vinda.

 

De qualquer forma podem sempre se juntar a qualquer associação na qual acreditem. Estou a tentar conhecer melhor a GAS Posto da qual me falaram muito bem. Não será a única mas é aquela que me deram mais referencias. Se quiserem consultem o site dela aqui.

publicado por oxarim às 11:49 | comentar | favorito
04
Jun 11

desflorestação persiste na Amazónia

 

É com muita pena que partilho esta notícia que li no site da Quercus.

 

 

 

 

Desflorestação persiste na Amazónia.

 

Morte de quatro activistas denuncia incapacidade de travar práticas ilegais

 

 

No passado dia 24 de Maio, foram mortos no Brasil José Cláudio Ribeiro da Silva e Maria do Espírito Santo. O casal desenvolvia um projecto de exploração sustentável da floresta com 500 famílias de extrativistas, que sobrevivem da venda de óleos vegetais e de frutas como o açaí e o cupuaçu. Dias depois, Herenilton Pereira dos Santos, testemunha do homicídio de José e Maria, também foi assassinado na mesma região. Os ambientalistas faziam parte do Conselho Nacional das Populações Extrativistas, organização fundada por Chico Mendes, assassinado em 1988 por denunciar conflitos de terra e exploração ilegal de madeira.

 

 

No dia 27 de Maio foi também assassinado Adelino Ramos, activista que tinha vindo a denunciar a acção de madeireiros na região da fronteira entre os estados de Acre, Amazónia e Rondónia. Já no início desse mês, o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) iniciou uma operação no local, onde apreendeu madeira cortada e gado bovino que se encontrava em áreas legalmente protegidas, sendo que tal leva a crer que esse tenha sido o motivo de sua morte.



As eternas ameaças sobre a Amazónia
A maior ameaça às florestas e à biodiversidade no Brasil é, de acordo com ONGA´s brasileiras, a desflorestação. Nessa perspectiva, o Ministério do Meio Ambiente Brasileiro, com diversas parcerias, entre elas algumas internacionais como a União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN), já começou a mobilizar a sociedade civil para a elaboração de um plano brasileiro de implementação das metas da CDB - Convenção sobre Diversidade Biológica. Porém, conforme aponta o WWF Brasil, o cumprimento dos vários compromissos internacionais assumidos por este país, e a manutenção e conservação das florestas e dos recursos naturais estão em jogo com as alterações propostas no âmbito do novo Código Florestal.



Com efeito, a procura internacional de madeira, pasta de papel, carne e soja são o grande motor por detrás da desflorestação insustentável da Amazónia, Património Mundial, e de outras zonas florestais de grande biodiversidade, e é urgente uma acção mais enérgica da comunidade internacional para a resolução destas questões.

publicado por oxarim às 00:07 | comentar | favorito
13
Fev 11

Plantar uma árvore

 

Plantar uma árvore é uma das formas de ajudar o planeta e melhorar a qualidade de vida de todos nós. É também uma das boas acções com mais efeitos a longo prazo, pois se tudo correr bem a árvore ficará por cá muitos mais anos do que nós.

 

Foi a pensar nisso que me juntei ontem numa acção do projecto criar bosques em Braga.

Com a participação de umas boas dezenas de voluntários plantaram-se vários carvalhos na zona do Bom Jesus.

 

Daqui a uns anos teremos uma nova área arborizada de que poderemos todos usufruir.

 

Se quiser participar em novas acções, ceder mudas de árvores, ou espaços para arborizar, pode ver aqui a explicação do projecto.

Na página da Quercus são anunciadas as próximas actividades.

publicado por oxarim às 18:37 | comentar | favorito
03
Set 10

Rania Al Abdullah

 

A partir de um programa televisivo a minha a minha atenção voltou-se para a rainha da Jordânia, Rania Al Abdullah. Infelizmente há uma certa tendência para as rainhas e primeiras damas do mundo se limitarem a ocupar o seu lugar como sombra do marido, vivendo na ociosidade e servindo apenas para alimentar a industria cor-de-rosa.

Sendo uma das mulheres mais influentes do mundo, Rania resolveu usar o poder ao seu alcance para ajudar quem precisa.

Consciente das necessidade do mundo actual tem apoiado a criação de um turismo sustentável na Jordânia.

Na pagina oficial de turismo da Jordânia não só se anunciam destinos naturais e reservas protegidas como há explicações acerca de seres vivos apelando à sua protecção.

No entanto os seus grandes esforços são no âmbito da educação. Na sua página pessoal podem encontrar-se dados surpreendentes sobre este assunto que nos dão uma ideia mais clara da dimensão dos problemas a nível de educação.

 

- Há neste momento cerca de 72 milhões de crianças em idade escolar impossibilitadas de frequentar a escola. (cerca de 7 vezes a população de Portugal !)

 

- financiar a educação nos países em vias de desenvolvimento 16 biliões de dólares por ano. Ou seja, menos que 1% da soma gasta mundialmente no ano passado na indústria militar.

 

O que pode fazer para ajudar?

 

- Contribuir com algum dinheiro que não lhe faça falta.  Por exemplo com 15 € por mês , a UNICEF pode fornecer um quadro (com duas faces) para 12 salas de aula, 24 apagadores, 1.200 paus de giz branco e 1.200 de cor. Mudaria muito a sua vida com menos 15 euros?

 

- Pode ajudar consultando a pagina pessoal da rainha Rania e deixar a sua palavra de apoio na área de comentários, como muitos têm feito.

 

- Pode também ajudar de forma mais local doando livros antigos e material escolar. Foi criada recentemente uma plataforma onde pode anunciar livros escolares que tenha para doar ou revender, e pesquisar livros que precise. Basta clicar aqui.

publicado por oxarim às 16:34 | comentar | favorito
09
Ago 10

Tigres em extinção

 

Muito se tem falado sobre a importância da biodoversidade e da rápida extinção de várias espécies.

Mas isto por vezes pode soar a exagero e distante do nosso quotidiano, e facilmente desprezamos estes apelos. Ouvimos que determinada espécie se extinguiu e lembramos dos dinossauros e das aulas de história. Mas é tudo mais real e próximo do que imaginamos.

 

E se lhe disser que neste momento estima-se que já só existam 3200 tigres no mundo? Parece impossível? Saiba que é possível que ainda viva para ouvir a noticia de que já não há nenhum tigre vivo. Sim, esse animal que é quase um ícone da vida selvagem que desde pequenos vimos em lindas imagens e até em desenhos animados (eu sou da era do Aladino). Estamos numa época de mudança mas não por razões naturais. Os tigres não estão a morrer devido a uma mudança climatérica ou a uma nova doença, estão a morrer por nossa causa. A caça ilegal para venda de peles, ossos e órgãos e a destruição dos seus habitats são as verdadeiras causas.

 

E que posso eu fazer uma vez que não caço tigres, não destruo florestas e vivo em Portugal?

 

  • Obviamente diga não ao uso de pele animal participando em campanhas.
  • A medicina chinesa usa partes de órgãos de tigres como ingredientes para vários "remédios" e superstições. Diga não a todos estes produtos.
  • Florestas tropicais que serviam de habitat aos tigres têm sido destruidas não só pela necessidade de terreno mas também pelas madeiras exoticas. Procure saber sempre a proveniencia das madeiras daquilo que compra e não dúvida não compre madeiras exóticas.
  • Faça uma doação para esta causa aqui.

Só um esforço conjunto pode trazer resultados e evitar a extinção destes animais.

publicado por oxarim às 20:43 | comentar | ver comentários (1) | favorito
09
Mar 10

Bookcrossing - biblioteca global

Uma boa forma de reduzir o consumo consiste em partilhar e reutilizar.

Isto pode também aplicar-se aos livros

 

Para quem gosta de ler e partilhar livros recomendo os seguintes links:

 

www.bookcrossing.com

www.bookcrossing-portugal.com

 

O Bookcrossing é um método de partilha de livros a nível mundial. Qualquer pessoa pode registar um livro e deixá-lo correr pelo mundo, ou simplesmente pegar num livro deixado por outro utilizador e libertá-lo de seguida. Para isso há pontos bookcrossing espalhados pelo país, talvez até já tenha passado por um.

A inscrição é feita através do site, gratuitamente.

 

Bibliotecas já existem há muito tempo... qual a vantagem deste método?

 

A possibilidade de iniciar um processo: libertar um livro, seguir o seu rasto e ver os comentarios de quem o leu. Contactar directamente com outros leitores. É possivel também localizar um livro específico e ir ao seu encontro ou solicitar o seu emprestimo directamente ao dono. Tudo isto à escala mundial.

 

Para quem não tem coragem de abandonar os seus livros sem rumo certo há também a possibilidade "Bookring" em que o livro passará por um número definido de leitores e voltará ao seu dono. (espera-se)

 

Boa leitura

publicado por oxarim às 22:30 | comentar | favorito